Dores crônicas e Pacientes difíceis

Da biomecânica ao biopsicossocial

A mente influencia o corpo e pensamentos mal-adaptados influenciam na percepção de dor. A Terapia Cognitiva-Comportamental é uma forma de terapia que ajuda as pessoas a identificarem e desenvolverem habilidades para lidar com pensamentos e comportamentos pouco funcionais e, no caso da dor, pensamentos, emoções e comportamentos relacionados à dor.
O objetivo da Terapia Cognitiva-Comportamental é mudar a maneira de pensar sobre a dor de forma que o corpo e a mente respondam melhor aos episódios dolorosos. A terapia foca na mudança de pensamentos sobre doença e ajuda os pacientes a adotarem formas positivas de lidar com ela.
Este curso foi pensado para fornecer ferramentas (cognitivas e comportamentais) para o manejo da dor aguda e crônica de pacientes em diferentes settings terapêuticos.
Esperamos que o conhecimento adquirido nestes dois dias de curso o auxilie no manejo de pacientes mais “difíceis”, diminuindo o sofrimento próprio de determinadas patologias ou procedimentos e a melhorando a qualidade de vida e funcionalidade.

Facilitadoras

Dra. Magna Rosane cruz

Psicóloga - CRP 04/18405

Dra. Magna Rosane cruz

Psicóloga - CRP 04/18405

Doutora em Psicologia das Diferenças Individuais - UFMG

Mestre em Cognição e Neurociências - UnB

Psicóloga pela PUC-Minas.

Michelle Crescêncio

Fisioterapeuta

Pós-graduada em Ortopedia e Esportes - UFMG

Proprietária Clínica Perceptiva - BH

REALIZAÇÃO

Você pode pagar em até 4x no cartão de crédito.

UNIDADES DE ESTUDO

1- Dor crônica: coisa da cabeça?

- O que é dor? (Funções e particularidades)

-Neurofisiologia da dor crônica / persistente.

- O que é nocicepção e como ela funciona

- O que é sensibilização periférica?

- O que é sensibilização central (Dor nociplástica)

- Modelo biomédico da dor – dicotomia e neuroplasticidade

- Teoria do portão da dor

- Matriz neural da dor

 

2- Dor X sofrimento

- Fatores biológicos, papéis sociais, personalidade e crenças centrais.

- Estresse: Modelo estresse-avaliação-coping-dor

- Qualidade de vida

- Personalidade (BIG 5)

– Características do tratamento associadas ao BIG 5

– Coping

– Locus de controle

- Emoções
- Transtornos de personalidade

 

3- Avaliação detalhada da dor

- Livre relato

- Entrevista Guiada (perguntas abertas / perguntas fechadas)

- Questionários de dor

- Questionários Gerais

- Análise unidimensional da dor

 

4- Intervenções

- Tipos de intervenções:

- Educação em Neurociência da dor

- Reestruturação cognitiva

- Comunicação assertiva

- Relaxamento/meditação; indução hipnótica; questionamento socrático; identificando esquemas.

- Mindfulness

 

5- Os limites entre a Psicologia e a Fisioterapia

 

6- O que o fisioterapeuta pode fazer quando o paciente não melhora?

 

7- Lidando com as frustrações do fisioterapeuta que atende pacientes com dores crônicas.

 

8- Discussão de casos clínicos

10 E 11 DE NOVEMBRO DE 2018

DE 8h - 17h

20 HORAS/AULA

PRESENCIAL

COM CERTIFICADO

PÚBLICO-ALVO: FISIOTERAPEUTAS, MÉDICOS E EDUCADORES FÍSICOS.

INSCRIÇÃO

SOBRE OS PREÇOS

LOTE 01

ATÉ 15 DE SETEMBRO DE 2018

4 x R$ 137,50

LOTE 02

ATÉ 31 DE OUTUBRO DE 2018

4 x R$ 150,00

LOTE 03

A PARTIR DE 01 DE NOVEMBRO DE 2018

4 x R$ 162,50